A Real 21

Real 21 - Associação de Defesa do Rio Real

A REAL 21 é uma Associação de Defesa do Ambiente
(Diário da República 168/97, Suplemento, III Série de 23 de Julho).

Encontra-se inscrita no Registo Nacional de Associações de Defesa do Ambiente.

Área de intervenção

A REAL 21 abrange a área da bacia hidrográfica correspondente ao Rio Real e zonas consideradas afins numa ótica da utilização da água.

Objetivos

Defesa do património natural e construído.
Conservação da Natureza.
Promoção da qualidade de vida.

Breve histórico

Na sua origem, a Associação juntou um grupo de cidadãos ligados pelo interesse no Rio Real. Desde proprietários de terrenos confinantes a interessados na sua despoluição e conservação, enquanto ecossistema. As primeiras reuniões decorreram em 1996. O principal objetivo da Associação a constituir seria o Plano Integrado de Recuperação e Ordenamento do Rio Real (PRORREAL). Mas, tornou-se claro que, à época, a Associação deveria enquadrar-se como Associação de Defesa do Ambiente.

A conferência do Rio (ECO-92), de que resultou a chamada Agenda 21, serviu de inspiração para o nome da Real 21 que, ao ser formalmente constituída em 1997, terá sido uma das primeiras associações de defesa de um rio em Portugal.

A Real 21 passou a integrar o Registo Nacional das Organizações Não Governamentais de Ambiente (ONGA), sendo o seu território de intervenção a bacia hidrográfica do Rio Real.
Em 2002, a Real 21 participou na preparação da Cimeira Mundial das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Cimeira Rio + 10), em Johanesburgo.

Publicações

No ano em que comemora 25 anos de existência (2022), a Real 21 publica o Guia das Aves da Mata Municipal, contando com outras publicações no seu histórico, nomeadamente Rio Real - Estudos Históricos (2002), Mata Municipal do Bombarral (2006) e Guia Simplificado das Plantas da Mata Municipal do Bombarral (2007).